Boletim 21

Boletim ANPHLAC ano XVII número 21 – 2010

 

EDITORIAL

 

Prezados associados, professores e pesquisadores de História das Américas,

Apresentamos o Boletim número 21 da ANPHLAC, que veicula, dentre outras informações, referências relativas à produção acadêmica sobre História das Américas, especialmente aquelas que vieram a público no período entre o segundo semestre de 2009 e o primeiro de 2010.

Neste sentido, o Boletim divulga trabalhos de pesquisa nos diversos níveis, desde as monografias de final de curso, passando pelas Iniciações Científicas, Mestrados e Doutorados, realizados em distintas universidades brasileiras. Ainda nesta linha de divulgação da produção, compõe este veículo uma seleção de informes sobre publicações de livros, capítulos e artigos dedicados a diversas temáticas do universo americano.

Além destes tópicos, são anunciados eventos relativos à História das Américas, a serem realizados a partir de setembro de 2010. Por fim, o Boletim traz a resenha de Ana Maria Veiga (UFSC), do livro Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul, publicado pela Editora Mulheres e organizado por Joana Maria Pedro e Cristina Scheibe Wolff, professoras da Universidade Federal de Santa Catarina. O livro reúne artigos que tratam, dentre outros aspectos, das relações de gênero e suas conexões com a memória, a repressão e o exílio no período das ditaduras.

Aproveitamos o espaço deste Editorial para, mais uma vez, convidar os interessados para o IX Encontro Internacional da ANPHLAC, que será realizado em Goiânia, nos dias 26 a 29 de julho de 2010. As inscrições para ouvintes estarão abertas até o dia 26, às 18 horas, na Secretaria do evento. Mais informações a esse respeito podem ser encontradas na home-page da Associação. Com certeza, nosso encontro, que ocorre a cada dois anos, é momento importante para o debate acadêmico em nossa área. Assim sendo, aguardamos, ansiosos, a presença de todos os nossos sócios e solicitamos a colaboração para divulgação do evento para os interessados na área de História das Américas.
Contamos, para a montagem do Boletim, com as sempre bem-vindas colaborações remetidas à ANPHLAC pelos seus associados e também pelos participantes de nossa lista de e-mails. Esperamos que este veículo continue a contribuir no sentido de reunir informações acerca do estudo da história do continente americano, tornando mais dinâmica a sua circulação. Aguardamos, para a montagem dos próximos números, novos dados, informes, resenhas e demais contribuições de interesse para a área.

Fabiana de Souza Fredrigo
Presidente da ANPHLAC

Stella Maris S. Franco
Primeira Secretária da ANPHLAC

 

 

 

INFORMES

 

XVI Congreso Internacional de Ahila

Universidade de San Fernando/Cadiz (ES)
7 a 9 de setembro de 2011
www.congresoahila2011.com/index.html
www.ahila.net/

 

 

III Seminário Internacional de Derechos Humanos. “Violencia y Pobreza. La situación de los niños y adolescentes en América Latina hoy”

Universidad de La República de Uruguay, Montevideo.
24, 25 e 26 de novembro de 2010
lucianaperez@fcs.edu.uy
410 3855 int.519

 

 

V Congreso en Relaciones Internacionales

24, 25 e 26 de novembro de 2010
Instituto de Relaciones Internacionales - Universidad Nacional de La Plata – Facultad de Ciencias Jurídicas y Sociales
HTTP://www.iri.edu.ar
iri@isis.unlp.edu.ar

 

 

II Jornadas Internacionales de Problemas Latinoamericanos. “Movimientos Sociales, Procesos Políticos y Conflicto Social: Escenarios de disputa”

Universidad Nacional de Córdoba,
18 a 20 de novembro de 2010
http://jornadaslatinoamericanas.blogspot.com/
2jornadaslatinoamericanas@gmail.com

 

 

VI Simpósio Internacional do Centro de Estudos do Caribe no Brasil (CECAB)

“Territorialidades e influências afro-caribenhas nas Américsa
UFMA/ASCOM - São Luís, Maranhão
03 a 06 de Novembro de 2010
sextosimposiocecab@yahoo.com.br

 

 

XII Congreso SOLAR (Sociedad Latinoamericana de Estudios Latinoamericanos y del Caribe)

Heredia, Costa Rica
2 a 5 de novembro de 2010
http://www.congresosolar.una.ac.cr/
www.una.ac.cr/idela
solar@una.ac.cr

 

 

II Congreso Internacional en Ciencias, Tecnologías y Cultura. “Diálogos entre las disciplinas del conocimiento. Mirando hacia el futuro de América Latina y Caribe”

Universidad de Santiago de Chile
29 de outubro a 01 de novembro de 2010.
http://www.internacionaldelconocimiento.org/

 

 

XI Encuentro del Corredor de las ideas del Conosur: "En el Bicentenario de la Independencia. El protagonismo de nuestros pueblos"

Universidad Nacional de General Sarmiento. Bs. As
14, 15 e 16 de outubro de 2010.
http://www.corredordelasideas.org/v2/

 

 

II Congresso Internacional do Núcleo de Estudos das Américas (NUCLEAS)

“Sistemas de Poder, Pluriculturalidade, e Integração”
20 a 24 de setembro de 2010
Universidade Estadual do Rio de Janeiro
http://congresso.nucleasuerj.com.br/

 

 

Parallel Pasts, Convergent Futures? Comparing New Zealand, Iberia and Latin America.

A Stout Research Centre/Victoria Institute for Links with Latin America (VILLA) conference.
Victoria University of Wellington
3 e 4 de setembro de 2010
http://www.victoria.ac.nz/stout-centre/about/events/conferences.aspx
stout-centre@vuw.ac.nz

 

 

 

PUBLICAÇÕES

 

Clio e mnemosine: a disputa pela História e pela(s) memória(s) da Revolução Mexicana
Autor: SOUSA, Fábio da Silva
In: Outros Tempos, v. 06, 2009, p. 130-146.
http://www.outrostempos.uema.br/

Revolução Mexicana e Imprensa Operária Brasileira: leitura libertária e circulação de idéias
Autor: SOUSA, Fábio da Silva
In: Patrimônio e Memória (UNESP), v. 05, p. 01-20, 2009. Versão eletrônica: http://www.cedap.assis.unesp.br/patrimonio_e_memoria/patrimionio_e_memor...

“Santa Librada, en las vísperas del Bicentenario”
Autor: ALMEIDA, Jaime de
In: Revista Historia y Espacio n. 33, 2009, p. 153-184 http://historiayespacio.com/index.php

“Memória e Esquecimento: indagando por imagens de uma santa crucificada”
Autor: ALMEIDA, Jaime de
In: Revista Imagem Brasileira n. 4 - 2009 (2010), p. 131-136

¿200 años de olvido? Santa Librada en la memoria de la Independencia
Autor: ALMEIDA, Jaime de
In: Cesar Ayala et al (org.) Independencia, independencias y espacios culturales. Diálogos de historia y literatura. Bogotá, Editora de la Universidad Nacional de Colombia, p. 139-162

La fabricación visual del mundo atlántico. 1808-1940
Autor: BORGES, Eliza Linhares e MÍNGUEZ, Victor Mínguez (eds.)
Castellón (España): Universitat Jaume I, 2010

Pensadores da América Latina: o movimento latino-americano de história das ideias
Autor: LCARVALHO, Eugênio Rezende de
Goiânia: Editora da UFG, 2010

Carlos Octávio Bunge e José Ingenieros: entre o científico e o político. Pensamento racial e identidade nacional na Argentina (1880-1920)
Autor: GREJO, Camila Bueno
Acessível gratuitamente em formato e-book em: www.culturaacademica.com.br e www.editoraunesp.com.br

Estado e nação no Brasil e no Chile ao longo do século XIX
Autor: PAMPLONA, Marco Antonio e STUVEN, Ana Maria (orgs.)
Rio de Janeiro: Garamond, 2010

Revoluções de Independências e nacionalismos nas Américas. Bolívia e Peru
Autor: MADER, Maria Elisa e PAMPLONA, Marco Antonio (orgs.)
São Paulo: Editora Paz e Terra, 2010

História da América II e IV - Licenciatura em História Modalidade a Distancia
Autor: MADER, Maria Elisa Noronha de Sá
Rio de Janeiro: Editora PUC-Rio; MEC;UERJ, 2010

Nas águas do Prata: os trabalhadores da rota fluvial entre Buenos Aires e Corumbá (1910-1930)
Autor: OLIVEIRA, Vitor Wagner Neto de
Campinas: Editora da UNICAMP, 2009

 

 

MATÉRIAS

 

Resenha: Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul: uma abordagem transnacional e interdisciplinar

PEDRO, Joana Maria e WOLFF, Cristina Scheibe (orgs.). Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul. Florianópolis: Editora Mulheres, 2010, 295 p.
Ana Maria Veiga (Doutoranda em História da Universidade Federal de Santa Catarina).

Em maio de 2009 aconteceu na Universidade Federal de Santa Catarina o colóquio internacional Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul, organizado pelas historiadoras Joana Maria Pedro e Cristina Scheibe Wolff. O encontro, que teve apoio da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres e da CAPES, reuniu pesquisadoras e pesquisadores, além de pessoas ligadas à militância política, de todos os países desse espaço geopolítico.
As falas e os testemunhos registrados nas mesas redondas do evento viraram livro e acabaram por suscitar outros debates e reflexões. Nas páginas de Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul Alejandra Oberti analisa depoimentos de mulheres argentinas que colocaram a militância e as tarefas da organização política acima de tudo em suas vidas durante o regime militar; Andrea Andújar fala sobre as questões amorosas na Argentina dos anos 1960 e 1970, apontando o rock e as telenovelas como elementos marcantes das relações e da própria militância política; a chilena Margarita Iglesias Saldaña sinaliza a emergência dos grupos de mulheres no Uruguai, na Bolívia e no Chile; do Paraguai, Alfredo Boccia Paz apresenta uma ampla pesquisa sobre as formas de repressão sofridas por homens e mulheres durante os anos de ditadura em seu país; Graciela Sapriza problematiza a memória e faz uma abordagem de gênero sobre a repressão à militância de esquerda no Uruguai.

Investigadores(as) e feministas do Brasil também estiveram presentes no evento e contribuem com capítulos deste livro. Margareth Rago, professora da Unicamp e ex militante de esquerda1, chama a atenção para as relações de gênero na clandestinidade, na prisão e na tortura; parte da história do feminismo brasileiro é narrada no capítulo de Ana Lice Alcântara Costa, pesquisadora da UFBA e também ex-militante de esquerda; Cláudio Pereira Elmir problematiza a memória e a escrita autobiográfica ao analisar o livro Memórias do Esquecimento, de Flávio Tavares; Rachel Soihet fala sobre as mulheres brasileiras no exílio e a consciência de gênero; Olívia Rangel Joffily denuncia o corpo como campo de batalha, por meio de testemunhos de mulheres brasileiras que foram torturadas no período de domínio militar.

As organizadoras do livro também contribuem com capítulos elaborados a partir da participação nas mesas do evento. Cristina Scheibe Wolff coloca em evidência as questões de gênero nas organizações de esquerda armada, observando também as linhas ideológicas desses grupos; Joana Maria Pedro traça um panorama das narrativas sobre o feminismo nos vários países do Cone Sul, destacando semelhanças e diferenças no cruzamento de fronteiras e também nas identificações com o feminismo.

A segunda parte da obra traz uma rica mistura de testemunho e reflexão sobre a própria noção de testemunho, memória e experiência. A filósofa argentina Alejandra Ciriza relata sua trajetória de militante política no Partido Revolucionario de los Trabajadores (PRT), onde enfrentou o desaparecimento de suas companheiras e companheiros e as marcas da tortura em seu próprio corpo; a boliviana Miriam Suarez oferece o testemunho de quem viveu a efervescência revolucionária da passagem e da morte de Che Guevara em seu país, de 1964 a 1967. Miriam, que deu à luz a filha “Libertad” dentro das grades da prisão, relata ainda sua experiência de torturas e do exílio na Suíça, para onde partiu com seu companheiro. A brasileira Albertina de Oliveira Costa relata sua experiência na cadeia e focaliza as relações entre as presas e os policiais; e Maria Amélia de Almeida Teles narra a relação com os filhos dentro da prisão, as violações físicas que sofreu e a luta constante pela reconstrução de si e da família.

Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul não será comercializado, mas pode ser encontrado no formato e-book no endereço eletrônico www.ieg.ufsc.br, do Instituto de Estudos de Gênero da UFSC. O livro oferece, além de críticas e reflexões, uma boa leitura para quem quer se aproximar das questões levantadas e conhecer as narrativas de quem pesquisa o período ditatorial no Cone Sul sob a perspectiva de gênero, além dos depoimentos de pessoas envolvidas e submetidas diretamente ao cotidiano e às atrocidades sofridas pelos integrantes dos grupos de esquerda nesse amplo espaço temporal.

A obra, editada no início de 2010, já rendeu frutos e o volume 2 de Gênero, Feminismos e Ditaduras no Cone Sul está na fase de revisão, contando desta vez com a colaboração dos pesquisadores e pesquisadoras do Laboratório de Estudos de Gênero e História – LEGH – da UFSC, que abordam as ditaduras militares do Cone Sul em seus mais diversos aspectos, desde manifestações culturais, como o teatro e o cinema, até as relações com a igreja, a luta armada, a constituição dos projetos Nunca Más, o trabalho doméstico, a imprensa e as relações com os movimentos feministas dentro das fronteiras desses países, assim como em âmbito transnacional. O segundo volume editado pelo chamado Projeto Cone Sul2 é uma interessante aposta de leitura para o segundo semestre deste ano.

 

----------------------

1 O termo ex-militante de esquerda, neste contexto, designa a pessoa que atuou em grupos ou partidos de esquerda durante o período da ditadura militar, tendo depois abandonado sua organização de origem, mas não necessariamente a postura política de esquerda. Este é o caso de muitas das mulheres aqui mencionadas, que depois vieram a militar ou participar de grupos feministas.

2 Lembro que outros núcleos de pesquisa trabalham sobre o tema das ditaduras militares na região, como o coordenado pelo professor Carlos Fico, da UFRJ e o da professora Maria Lygia Quartim de Moraes, da Unicamp. Na Argentina, um grupo ligado ao Instituto Interdesciplinario de Estudios de Género da Faculdade de Filosofia e Letras da UBA – Universidad de Buenos Aires – também pesquisa gênero e política durante a última ditadura argentina e em 2009 lançou o livro ANDÚJAR, Andrea (et al.) De minifaldas, militancia y revoluciones: exploraciones sobre los 70 en la Argentina. Buenos Aires: Ediciones Luxemburg, 2009.

 

 

 

INICIAÇÃO CIENTÍFICA

 

Juan B. Justo nos Estados Unidos: olhares de um socialista argentino sobre o capitalismo norte-americano no ano de 1895
Autor: Victor Leme Balan
Instituição: Curso de História - Universidade Federal de São Paulo (Unifesp - Campus Guarulhos)
Orientador: Stella Maris Scatena Franco
Defesa: -

Olhares cruzados – intelectuais e a constituição de um novo vocabulário político na Argentina e no Brasil no século XIX
Autor: Laura de Araujo Jorge Cosendey; Carolina de Abreu Jardim
Instituição: PUC-Rio/Faperj e PIBIC
Orientador: Maria Elisa Noronha de Sá Mader
Defesa: -

 

 

MONOGRAFIAS

 

Um bombardeio argentino e um militar brasileiro: Tragédia em três atos. Relações entre o golpe contra Juan Domingo Perón em 1955 e a Marinha do Brasil
Autor: Sheila Lopes Leal Gonçalves
Instituição: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Orientador: Jessie Jane Vieria de Souza
defesa: 2008

 

 

TESES

 

Diplomacia, integração e desenvolvimento: Brasil e Argentina (1950-1962)
Autor: Iuri Cavlak
Instituição: Programa de Pós-Graduação em História – FCL – Unesp (Campus Assis)
Orientador: José Luis Bendicho Beired
Defesa: 2010

Guerra do Paraguai: os caminhos da memória, entre a comemoração e o esquecimento)
Autor: Marcelo Santos Rodrigues
Instituição: Programa de Pós-Graduação em História Social – FFLCH - USP
Orientador: Horacio Gutiérrez
Defesa: 2009

 

 

DISSERTAÇÕES

 

Fulguração Moderna: a educação pela arte no Museo de la Solidaridad (Chile, 1971-73)
Autor: Silvia Karina Nicacio Cáceres
Instituição: PUC-Rio
Orientador: Ralph Ings Bannell
Defesa: 2010

Revolução em pauta: o debate Correo del Orinoco - Correio Braziliense (1817-1820)
Autor: Ana Claudia Fernandes
Instituição: Programa de Pós-Graduação em História Social – FFLCH - USP
Orientador: João Paulo Garrido Pimenta
Defesa: 2010

A United Fruit Company e a Guatemala de Miguel Angel Asturias
Autor: Amina Figueroa Vergara
Instituição: Programa de Pós-Graduação em História Social – FFLCH - USP
Orientador: Júlio César Pimentel Pinto Filho
Defesa: 2010

José Vasconcelos: as Memórias de um "profeta rejeitado"
Autor: Romilda Costa Motta
Instituição: Programa de Pós-Graduação em História Social – FFLCH - USP
Orientador: Maria Ligia Coelho Prado
Defesa: 2010

Fronteiras em definição: identidades negras e imagens dos Estados Unidos e da África no jornal O Clarim da Alvorada (19124-1932).
Autor: Thales Ribeiro Francisco
Instituição: Programa de Pós-Graduação em História Social – FFLCH - USP
Orientador: Mary A. Junqueira
Defesa: 2010

De uma máscara a outra: questões sobre a identidade em El laberinto de la soledad, de Octavio Paz)
Autor:  Priscila Miraz de Freitas Grecco
Instituição: Programa de Pós-Graduação em História – FCL – Unesp (Campus Assis)
Orientador: Carlos Alberto Sampaio Barbosa
Defesa: 2010

Cultura, política e representações do México no cinema norte-americano: Viva Zapata! de Elia Kazan
Autor:  FÁZIO, Andréa Helena Puydinger de
Instituição: Programa de Pós-Graduação em História – FCL – Unesp (Campus Assis)
Orientador: Carlos Alberto Sampaio Barbosa)
Defesa: 2010

As contradições da contemporaneidade peruana a partir de El zorro de arriba y el zorro de abajo, de José Maria Arguedas
Autor: Mariana Bonfanti de Nóbrega Gouveia
Instituição: Programa de Pós-Graduação em Historia da PUC-SP
Orientador: Vera Lucia Vieira
Defesa: 2009

O México como "lição": a Revolução Mexicana nos grandes jornais brasileiros e argentinos (1910-1915))
Autor: Natally Vieira Dias
Instituição: Programa de Pós-Graduação em História da UFMG
Orientador: Kátia Gerab Baggio
Defesa: 2009

 

 

EXPEDIENTE