A formação dos Estados Nacionais na América Latina - Documento

A formação dos Estados Nacionais na América Latina

Autor(a): Fabio Muruci dos Santos

E-mailfmuruci@yahoo.com.br

 

Documento

 

Una pulpería, 1875

 

Carlos Morel. Descanso en el camino, 1844(?).

 

Prilidiano Pueyrredón. Un alto en el campo (DETALHE) (1860?)

 

  1. Apresentar aos alunos as imagens [documentos 1, 2 e 3] sem qualquer comentário, pedindo que comparem as diversas representações do gaúcho, destacando suas diferenças.
  2. Após explicar a problemática da construção da identidade nacional na América Latina do século XIX, lembrar que a 'nação' e seus personagens típicos são sempre criações imaginárias, politicamente motivadas.
  3. Observar que a paisagem argentina gerou imagens radicalmente diferentes: a paisagem rústica da foto do documento 1; a visão orientalizada do gaúcho nômade das planícies no documento 2; a visão do gaúcho cavalheiresco em uma ambiente de idílio campestre no documento 3. Pode ser muito interessante confrontar essas imagens com a obra clássica de Domingo Faustino Sarmiento, Facundo, publicada na mesma época e disponível em português.
  4. Inserir as 3 imagens na discussão proposta no texto de apresentação sobre as tensões e paradoxos gerados no processo de produção de um imaginário nacional na Argentina oitocentista, em que as elites letradas mantinham uma relação de estranhamento com o contexto social que, em teoria, deveria oferecer os materiais para a construção do nacionalismo romântico local, o que nem sempre aconteceu.

Concluir destacando que o problema não é propriamente decidir qual das imagens é mais 'verdadeira' e sim que implicações políticas cada uma pode sugerir quando pensadas no quadro dos debates sobre a incorporação das massas na vida política e no imaginário nacional.