Viagens e viajantes na América Latina - Bibliografia

Viagens e viajantes na América Latina

Autor(a)Stella Maris Scatena Franco

E-mailstellafv@gmail.com

 

Bibliografia

 

FRANCO, Stella Maris Scatena. Peregrinas de outrora. Viajantes latino-americanas no século XIX. Florianópolis; Santa Cruz do Sul: Editora Mulheres; Edunisc, 2008.

Estuda as viagens de três escritoras latino-americanas do século XIX à Europa e os Estados Unidos. As autoras são a brasileira Nísia Floresta, a argentina Eduarda Mansilla e a cubana Gertrudis Gómez de Avellaneda. Aborda o discurso das autoras em relação às funções femininas. Analisa as representações destas autoras oriundas da América Latina sobre o chamado mundo civilizado, identificando, em suas visões sobre o Outro, questões pertinentes também aos seus países de origem.

 

LEITE, Miriam L. Moreira. Livros de viagem. São Paulo: Edusp, 1997.

Analisa relatos de viagem de europeus para o Rio de Janeiro no século XIX, estudando, por meio deles, temas como grupos de convívio, casamentos, formação de famílias, amas de leite, prostituição, a roda de expostos, a condição feminina e o trabalho dos naturalistas. Traz reflexões metodológicas sobre o uso do relato como fonte histórica, discutindo sua importância para a história do cotidiano e a história social.

 

PRATT, Mary Louise. Os olhos do Império. Relatos de viagem e transculturação. São Paulo: Edusc, 1999.

O livro é uma referência importante para os estudos sobre relatos de viagens entre os séculos XVIII e XIX. As fontes que são abordadas como representações ou formas discursivas relacionadas ao poder imperial. Dedica atenção aos viajantes europeus - homens e mulheres - para América Latina e África e também aos latino-americanos que viajaram à Europa. Apresenta conceitos para a análise dos relatos, como o de zona de contato, transculturação, auto-etnografia e anti-conquista.